Notícias



As coordenadoras dos subnúcleos de Direitos Humanos 1 e 2 da Defensoria Pública do Estado do Acre, Juliana Caobianco e Flávia Nascimento, respectivamente, participaram nesta terça-feira,18, de reunião virtual para estudo de caso jurídico de I.B., que hoje encontra-se em situação de rua e condição de extrema vulnerabilidade em Rio Branco.

O encontro, promovido pelo Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera) do Ministério Público do Acre, reuniu representantes do Tribunal de Justiça, Conselho Nacional de Justiça e Defensoria Pública para deliberar medidas possíveis e concretas destinadas a ele e a outras pessoas em situação de rua e com sofrimento psíquico, enquadradas pela rede como casos críticos e de difícil solução.


A condição específica de I.B. foi debatida e serviu, diante do que foi exposto pelos representantes das instituições, como parâmetro para que outras pessoas que estão em condição semelhante possam ser alcançadas. Este caso terá desdobramentos junto às equipes de saúde mental para articulação de atendimento e para outros em especial que demandem internação involuntária.



Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.