Notícias



Segundo o último Censo Demográfico, realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município de Feijó possui a maior população indígena do Acre. Povos das etnias Ashaninka (Kampa), Kaxinawá, Shanenawá e Madija (Kulina) compõem a comunidade da cidade. 

 

Pensando nestas pessoas, o Projeto Cidadão escolheu dois locais para levar serviços de emissão de documentos, assistência social e jurídicas, área em que a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC) atuou. Os atendimentos foram realizados nesta quinta-feira, 4, na Aldeia Morada Nova e nesta sexta-feira, 5, na Escola Severino Cordeiro. 

 

Segundo o defensor público Diego Oliveira, foram realizados atendimentos nas áreas cível e criminal. “A demanda se concentrou em retificações de registro público, pois muitas pessoas que estavam buscando os serviços de emissão de documentos acabaram por constatar erros em seus registros”, disse o defensor que atua no município de Feijó. 

 

O projeto é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), e se torna possível com apoio da DPE/AC e outras instituições do Poder Executivo e Legislativo Municipal.  

 

A unidade da Defensoria Pública em Feijó funciona na Travessa Presidente Kennedy, nº 136, de segunda à sexta-feira, das 07 às 11h.



CONFIRA NOSSA GALERIA DE IMAGENS


Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.